Casa & Estilo de Vida

Livros de sobrevivência: separamos os 3 melhores

novembro 6, 2018
Tempo de leitura 3 min

Incidentes ocorridos em uma simples caminhada numa mata próxima de casa são mais comuns do que imaginamos. Isso pode acontecer por vários fatores, entre eles a falta de informação e preparo. Portanto, adquirir conhecimento por meio de livros sobre sobrevivência pode nos tirar de situações de risco.

É um engano acreditarmos que os relatos de casos de sobreviventes nas selvas ou em montanhas geladas não têm nada em comum com a nossa vida nos centros urbanos. Porém, um acidente na estrada, rumo à praia, pode colocá-lo em situações de estresse semelhantes a esses casos.

Pensando nisso, preparamos este artigo com três livros sobre sobrevivência com casos verídicos para lhe inspirar no dia a dia. Acompanhe!

1. Chris Ryan’s Ultimate Survival Guide

O autor Chris Ryan é o protagonista dessa aventura que colocou em risco a sua própria vida. Militar das forças especiais britânicas (SAS), nessa obra ele conta como conseguiu sobreviver em uma situação em que vários membros de sua equipe não conseguiram ter a mesma sorte que ele — ainda que sobrevivência não tenha a ver com sorte, mas com preparo físico, mental e conhecimento dos equipamentos adequados para cada situação.

Além disso, Chris ensina técnicas de caça, como construir armadilhas, primeiros socorros, como fazer fogo apenas com um arco e uma broca e como conseguir retirar água de plantas e cipós.

2. Deixado para morrer (Beck Weathers)

Este, sem dúvida, é um dos livros sobre sobrevivência que não deve deixar de ser lido pelos amantes de aventuras reais. Desta vez, o protagonista é Beck Weathers, um alpinista amador.

Ele relata uma tragédia que aconteceu no dia 10 de maio de 1996, no monte Everest, localizado na fronteira do Nepal com o Tibet. Com 8.848 metros de altitude, o Everest é a montanha mais alta do mundo.

Tudo aconteceu após uma tempestade que provocou uma nevasca que cegava todos do grupo de alpinistas. Como Beck aparentava estar muito debilitado, foi deixado no monte pela equipe de resgate, que decidiu dar mais atenção para aqueles com maior condição de sobrevivência.

Mas Weathers conseguiu sobreviver de forma incrível e inesperada, para a surpresa de todos que já o tinham dado como morto. A tragédia foi considerada a mais mortal desde que o homem havia feito a primeira expedição no Everest.

3. Morte e vida no K2 (Graham Bowley)

Mais uma vez, as montanhas geladas são palco de uma nova tragédia. Desta vez foi o K2, localizada na fronteira entre a China e o Paquistão, com altitude de 8.614 metros de altura — a segunda montanha mais alta do mundo. Graham Bowley desenvolve a narrativa por meio de entrevistas realizadas com alpinistas e carregadores sobreviventes, além de relatos das famílias dos mortos.

A tragédia aconteceu em 2008. Um grupo de alpinistas experientes já havia atingido o cume e ali comemoravam a conquista, quando um bloco de gelo desprendeu debaixo deles, fazendo com que fossem obrigados a descer o monte às cegas e sem cordas.

Os relatos dos livros sobre sobrevivência podem causar a impressão de simples histórias de aventura, mas é por meio das experiências que os homens evoluíram. A partir disso, foram desenvolvidas ferramentas, equipamentos e técnicas de sobrevivência que mais tarde são aproveitados no dia a dia, sem que ao menos tenhamos noção de que surgiram dessa forma.

Agora que você já conhece alguns livros de sobrevivência, fique por dentro de mais novidades sobre o mundo das aventuras e sobrevivência! Siga-nos nas redes sociais: estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário