Casa & Estilo de Vida, Lanterna

Saiba o que significam os graus de proteção IP e para o que servem

fevereiro 9, 2019
Tempo de leitura 6 min

Quem tem o hábito de ler as especificações técnicas de produtos eletrônicos certamente já se deparou com a sigla IP seguida por dois dígitos. Porém, nem todos conhecem o seu significado e os motivos pelos quais é importante atentar para esse detalhe tanto no momento da aquisição quanto da utilização do produto.

Essa especificação diz respeito ao grau de proteção que determinado equipamento tem contra objetos sólidos e contra líquidos. E como existem diversos graus de proteção diferentes torna-se essencial saber diferenciá-los.

A qualidade de proteção oferecida tem relação direta com o tempo de vida útil do produto, além de geralmente refletir no seu preço final para o consumidor. Portanto, vale muito a pena investir alguns minutos na leitura deste artigo para entender definitivamente como funciona o padrão IP e evitar o risco de comprar gato por lebre.

A autoridade mundial em grau de proteção do IEC

Em 1906, graças aos grandes avanços tecnológicos alcançados no final do século XIX, foi fundada na Inglaterra a Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC).

Ela existe até hoje e tem sede na Suíça desde 1948, com escritórios em São Paulo, Singapura e Boston. Mais de 60 países são membros da IEC, incluindo todos aqueles que contam com a indústria tecnológica mais avançada do planeta.

Sua missão é definir padrões globais para uma gama quase infinita de produtos elétricos e eletrônicos, bem como conceder a certificação adequada para cada um deles. Um desses padrões é conhecido como Ingress Protection (Proteção de Entrada), de onde deriva a sigla IP.

Ele foi estabelecido na norma IEC 60529, publicada em 1989, e fornece os parâmetros para definir os diversos graus de proteção contra a ação de agentes externos que um produto pode apresentar.

Os parâmetros do padrão IP

Proteção contra objetos sólidos (primeiro dígito)

Como mencionado, a sigla IP geralmente vem acompanhada de dois dígitos. O primeiro indica o nível de proteção contra objetos sólidos, como poeira, insetos e fios. Ele pode variar de 0, quando o produto não oferece nenhum tipo de proteção, a 6, quando existe proteção total, conforme indicado na tabela abaixo.

Em alguns casos, em vez de um dígito encontramos a letra X, o qual significa que o produto não foi submetido a testes para avaliar sua proteção contra objetos sólidos.

  • X: não submetido a testes contra a entrada de objetos sólidos;
  • 0: sem nenhuma proteção contra objetos sólidos;
  • 1: proteção contra objetos sólidos de diâmetro superior a 50mm;
  • 2: proteção contra objetos sólidos de diâmetro superior a 12,5mm;
  • 3: proteção contra objetos sólidos de diâmetro superior a 2,5mm;
  • 4: proteção contra objetos sólidos de diâmetro superior a 1mm;
  • 5: proteção contra objetos sólidos (pode entrar poeira, mas não prejudicará o produto);
  • 6: totalmente à prova de entrada de objetos sólidos

Proteção contra líquidos (segundo dígito)

Já o segundo dígito se refere à qualidade da proteção contra líquidos. Ele varia de 0, se não existir nenhuma proteção, a 8, quando o produto é considerado totalmente à prova d’água. Nesse caso o tempo de submersão e a profundidade podem variar de acordo com as especificações de cada fabricante.

Na hipótese de não terem sido realizados testes visando mensurar a proteção contra líquidos, também é utilizada a letra X.

  • X: não submetido a testes contra a entrada de líquidos;
  • 0: sem nenhuma proteção contra a entrada de líquidos;
  • 1: protegido contra a queda vertical de gotas d’água;
  • 2: protegido contra a queda vertical de gotas d’água em inclinação de até 15°;
  • 3: protegido contra borrifos d’água em qualquer direção com inclinação de até 60°;
  • 4: protegido contra borrifos d’água em qualquer direção (admite a entrada limitada);
  • 5: protegido contra jatos de baixa pressão em qualquer direção (admite a entrada limitada);
  • 6: protegido contra jatos de alta pressão em qualquer direção (admite a entrada limitada);
  • 7: protegido contra submersão na água (15 cm a 1m) por curtos períodos;
  • 8: protegido contra a submersão na água (acima de 1m) por longos períodos.

Logo, um equipamento elétrico ou eletrônico que conta com a sigla IP68 em suas especificações tem a proteção contra objetos sólidos e contra líquidos mais eficiente. Em contrapartida, se houvesse um produto com a sigla IP00, seria completamente suscetível aos prejuízos causados pela ação de elementos externos.

É importante ressaltar que um equipamento com a classificação IPX8, por exemplo, muito provavelmente oferece ótima proteção contra a entrada de objetos sólidos, já que apresenta o grau de vedação contra líquidos mais eficiente.

A relevância do IP em lanternas

A variedade de lanternas disponíveis atualmente no mercado é enorme, cada qual desenvolvida para atender a determinadas necessidades. Algumas são próprias para executar atividades mais rotineiras, como iluminar o caminho entre a garagem e a porta de entrada de uma casa de campo, por exemplo. É o caso da lanterna chaveiro Nitecore TINI (IP54), que oferece a resistência padrão à ação da água.

Já as lanternas concebidas para serem utilizadas em locais com gases ou vapores inflamáveis, como as da linha ATEX (IP66), precisam ter uma vedação mais eficiente, pois a entrada do ar ambiente ou de água em quantidades relevantes poderia ser suficiente para desencadear uma explosão.

Indo mais além, boa parte das lanternas táticas, destinadas a operações policiais e militares precisam estar preparadas para continuarem funcionando mesmo em condições extremas. Por isso, muitas delas têm a proteção máxima contra a ação da água, como ocorre com a Nitecore MT2A (IPX8). E as lanternas próprias para mergulho, por motivos óbvios, também devem contar o o grau de proteção mais elevado contra a entrada de líquidos.

Pode-se dizer que a maioria das lanternas de melhor qualidade estão distribuídas em três grandes grupos quanto ao grau de proteção: IPX4, IPX6 e IPX8. Lembrando que uma lanterna sem nenhuma especificação do tipo IP corre o sério risco de apresentar defeitos muito antes do que se imagina.

Pronto! Agora você tem as informações necessárias para avaliar qual grau de proteção IP cada produto proporciona, bem como para comparar as especificações de dois ou mais equipamentos. Para ter acesso gratuito a mais conteúdos relevantes como este, assine a newsletter da Crosster e esteja sempre preparado!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário