Outdoor

Conheça os 5 principais locais para escalada praticados no Brasil

fevereiro 24, 2019
Tempo de leitura 3 min

Atualmente, existem alguns locais para escalada e opções para praticar a modalidade que abrangem diversos públicos. Inclusive, o Brasil é famoso por abrigar inúmeros lugares específicos para o esporte, atraindo turistas de todo o mundo que buscam desbravar seus imensos paredões rochosos.

Contando com diferentes níveis de dificuldade, cada região apresenta particularidades e possibilidades para alcançar o topo. Assim, a atividade pode ser realizada indoor ou outdoor, dependendo exclusivamente do treino e preparo do praticante.

Ficou curioso? Continue a leitura e conheça 5 ótimos locais para escalada no Brasil. Acompanhe!

Qual é a história e os tipos de escalada no Brasil?

escalada no Brasil teve seu marco e primeiro registro no século XIX, com as primeiras subidas à Pedra da Gávea, Serra da Carioca e Maciço da Tijuca, no Rio de Janeiro. Elas foram feitas por ruralistas do ciclo do café que tinham o interesse de realizar levantamentos topográficos da região.

O esporte foi difundido, entretanto, em 1989, com o I Campeonato Sul-Americano de Escalada Esportiva, ocorrido em Curitiba. Só a partir desse evento que atletas e patrocinadores passaram a investir na modalidade com mais afinco. Os maiores nomes, atualmente, são os dos paulistas Felipe Faganholo Ho e Felipe Camargo, e o carioca Marcos Costa.

A atividade consiste em subir rochas, muros e montanhas, onde são priorizados, principalmente, a força física e a resistência corporal do praticante. Ela é classificada em diferentes níveis: tradicional, esportiva, livre solo, indoor, artificial, boulder, guiada, top rope, psicobloc, big wall e travessia.

Quais são os locais para escalada no Brasil?

A seguir, confira 5 lugares para praticar a modalidade no Brasil, além de conhecer quais são os tipos de escalada mais difundidos em cada região.

1. Serra do Cipó (MG)

Esse local é conhecido como a capital brasileira da escalada, e não é por menos: seu fácil acesso e as belíssimas paisagens naturais atraem, anualmente, inúmeros praticantes de todos os tipos de níveis. Geralmente, a atividade é executada no modo esportivo, onde as paredes são preenchidas com chapeletas para garantir a segurança.

2. Parque Nacional de Itatiaia (RJ)

O Parque Nacional de Itatiaia, no Rio de Janeiro, abriga em torno de 300 vias e 30 formações rochosas que garantem variedade para os atletas. Tanto a Parte Alta quanto a Parte Baixa, recebem visitantes para praticar o top rope, uma modalidade que prende uma corda de segurança acima do escalador.

3. Furnas (MG)

O canyon de Furnas, localizado em Capitólio, é um famoso atrativo do esporte. Isso porque suas altas paredes rochosas possibilitam a prática do psicobloc, onde o atleta não utiliza nenhum equipamento de proteção, finalizando a subida sempre com saltos na água.

4. Pão de Açúcar (RJ)

Conhecido cartão-postal da capital do Rio de Janeiro, o morro do Pão de Açúcar é uma excelente opção para praticantes da modalidade tradicional. Nesse tipo, as vias são mais longas e exigem horas ou, até mesmo, dias para se chegar ao topo.

5. Chapada Diamantina (BA)

Contando com uma diversidade de rochas, cenários naturais e desafios, as vias da Chapada Diamantina, no estado da Bahia, são ótimas para a atividade. Por lá, pratica-se a escalada tradicional, esportiva e o boulder — esse último não utiliza equipamentos convencionais, como cordas e mosquetões, e o objetivo do praticante é subir pequenos blocos de pedras.

O Brasil tem ganhado destaque e popularidade devido às suas ótimas condições para a prática do esporte. Assim, os locais para escalada garantem entretenimento para todos os gostos e públicos. Lembre-se de que o acompanhamento profissional é essencial para evitar riscos, superar as dificuldades e alcançar o tão almejado topo!

Gostou do conteúdo? Então, deixe o seu comentário no post e participe do nosso debate sobre o assunto. Até a próxima!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário